quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

O CARNAVAL DA BICHARADA

"Era dia do Entrudo. Os companheiros de Próspero, sobretudo os mais novos, andavam numa roda-viva, para ver se descobriam maneira de se divertir. Não sabemos bem a razão daquele entusiasmo especial, pois quanto a nós todos os dias são bons para a gente brincar,(...).
Foi então que, escutando casualmente a conversa dos rapazes, a Fada Íris, resolveu intervir:
- Se, em vez de brincarem à mascarada dos homens, rissem antes com o Carnaval da Bicharada?
E, com um gesto luminoso da sua varinha de condão, fez surgir ao pé deles (...) o Rouxinol mascarado de Cantor, de boina para a testa... E o Crocodilo! Esse, como é mau como as cobras e falso como as coisas falsas, aí o têm vestido de Arlequim..., (...) uma Arara vestida de Cigarra - estava mesmo um amor! - e o Esquilo, com uns vistosos calções verdes, a saltar de ramo em ramo, como se fosse o Tarzan! (...)
O Burro - calculem... - vestido de Professor, com uma pasta debaixo do braço, a Girafa vestida a primor, com uns colarinhos de cerimónia e, ligados um ao outro, pelas fatiotas, o Gato e o Cão, como se fossem irmãos siameses... O Pavão apareceu mascarado de Rei, e o Urso de Janota, é claro, porque não gosta de fazer figura de urso ...O Macaco fazia então de Bobo, dando cambalhotas e mais cambalhotas. Ao longe avistou-se o Lobo que não passava da Raposa, o Elefante transformado em rato, desatou a correr a bom correr (até parecia o Carlos Lopes).
Numa grande risota lá seguiram todos, a caminho da casa da Avestruz, onde as festas costumam ser de... truz."


Ilustração Corinne Bittler

Este ano, o Carnaval da Bicharada,
segundo se anuncia,
deve ser uma pândega pegada,
verdadeira folia.
E o que eles pulam! A Comadre Pata,
que nunca falta a boda,
não admira que faça zaragata:
- leva a família toda...
Segue atrás o Elefante,
com a tromba com um lacinho elegante.
Vem depois a Capoeira
que é uma festa de arromba,
uma grande chinfrineira!
A Cigarra e a Formiga
vão à frente, numa pândega pegada,
nos lábios esta cantiga:
Vai contente
a marcha da bicharada!

Texto retirado do conto "O Carnaval da bicharada", in
"Histórias da velha do arco", de Adolfo Simões Müller

    

Ilustração Marie Desbons









Sem comentários:

Enviar um comentário

VAIS GOSTAR TAMBÉM DE:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger..."